Mercado de Games ganha força conectando pessoas na pandemia

Mercado de Games ganha força conectando pessoas na pandemia

A pandemia e o consequente isolamento social sem dúvida geraram impactos tanto sociais quanto econômicos. Diversos setores foram obrigados a se adaptar ao chamado "novo normal" e encontrar meios de sobreviver à crise.

Se por um lado, o setor hoteleiro se viu em dificuldades, o mercado de games se deparou com um cenário bem diferente.

Mesmo diante da pandemia, o setor continuou a crescer a uma velocidade vertiginosa, uma vez que muitas pessoas começaram a recorrer aos games para alívio de estresse e maior conexão social. 

Números relacionados a investimentos e novos usuários só tendem a aumentar. De acordo pesquida do grupo Nielsen entre 23 a 29 de março de 2020, realizada com 3.000 jogadores, houve um pico no uso de videogames em meio à quarentena.

Os EUA registraram o maior aumento, 45%, seguidos pela França, Reino Unido e Alemanha. E mesmo com os meses subsequentes de pandemia, tais números, assim como o entusiasmo dos jogadores não diminuiu.

O fim de 2020 também rendeu valores mais do que promissores para esse mercado. Os jogos eletrônicos faturaram US$ 11,5 bilhões em novembro, a maior receita mensal de todos os tempos, segundo o SuperData (grupo Nielsen).

Em meio a esse aquecimento no mercado, as versões mobile ganharam destaque por sua praticidade e acessibilidade. 

Dentre as novidades, o lançamento do RPG de ação Genshin Impact surpreendeu com o quanto faturou em tão pouco tempo, aproximadamente US$ 400 milhões no dois primeiros meses, segundo estimativas do Sensor Tower.

Em contrapartida, os desenvolvedores de Among Us se surpreenderam com a grande fatia desse mercado que conseguiram durante a quarentena, afinal de contas, o jogo está disponível desde 2018.

Genshin Impact - O fenômeno comparado a Zelda

Divulgação miHoYo

Lançado em 28 de setembro de 2020, Genshin Impact é uma criação da miHoYo, a mesma produtora de Honkai Impact. Mas diferente deste, Genshin Impact está disponível em várias plataformas, como PC, Android, iOS e até PS4, sendo um dos grandes destaques no Android e escolhido como Melhor Jogo na Play Store segundo o próprio Google. 

O jogador desse RPG é levado a “Teyvat”, um mundo de fantasia no qual deve manipular sabiamente os 7 elementos para derrotar os inimigos e desvendar os enigmas.

Ao longo de sua campanha, o jogador tem a chance de desbloquear novos personagens e armas, sendo que a personagem escolhida irá dominar um dos 7 elementos e possuir uma entre 5 tipos de armas (espadas, claymore, arco, lança ou um magic catalyst). 

A evolução da sua personagem é definida de acordo com a progressão no Rank de Aventura. Quanto mais você explora mapas, desbloqueia waypoints e abre cofres, suas funcionalidades no jogo aumentam também.

A satisfação dos jogadores é proveniente da qualidade técnica percebida nos gráficos, som e jogabilidade, principalmente por ser um "gacha game", nome dado a títulos que buscam fazer o jogador gastar dinheiro em itens aleatórios.

No caso de Genshin Impact seu gacha é mais amigável. O RPG traz duas roletas, uma comum e outra premium, cada uma contendo um set de personagens e armas que podem ser adquiridos.

Among Us - Tripulantes há um impostor entre nós!

Imagem de reprodução

Segundo o Sensor Tower, Among Us alcançou 86,6 milhões de downloads totais no celular, principalmente em agosto e setembro de  2020. Quando foi lançado em 2018, o jogo havia gerado menos de 1.000 downloads no mesmo período. Já em agosto de 2020, o jogo foi instalado mais de 18.000 vezes esse número.

Outro marco foi em novembro:  500 milhões de jogadores. De acordo com o SuperData, Among Us conseguiu superar sucessos como Pokémon Go e Candy Crush Saga. O que surpreendeu foi que apenas 3% desses 500 milhões jogavam na versão para PC.

O fato da versão mobile ser gratuita pode ter influenciado, mas os números já evidenciam uma audiência muito maior jogando pelo celeuar que em outras plataformas.

Among Us, que completa 3 anos em junho, é um game de intriga e traição, sendo dividido em duas equipes:

Tripulantes, que precisam cuidar da estrutura da nave;

Impostores, que devem eliminar os demais participantes.

Assim, sua premissa é bem similar a brincadeiras populares como Cidade Dorme. 

A cada partida são permitidos de 4 a 10 jogadores, com limite de até 3 impostores. Enquanto os tripulantes farão tarefas de manutenção, os impostores tentarão a todo custo sabotar coisas como oxigênio e iluminação, sem contar a missão de eliminar todos os tripulantes. Eles só devem ser bem cuidados ao fazer isso.

A cada corpo reportado, reuniões de emergência são convocadas e os sobreviventes votam no possível impostor e o jogam para fora da nave.

Imagem de reprodução — A partida de Among Us em andamento

Tamanho foi o sucesso de Among Us que a produtora InnerSloth cancelou a planejada sequência do jogo, mantendo o foco no primeiro título lançado. A partir daí, todo conteúdo que viria em Among Us 2 será adicionado ao game original.

Uma das novidades anunciadas durante o The Game Awards 2020 é The Airship, o novo mapa de Among Us, com previsão de lançamento ainda em 2021.

Lives no Twitch

O ano de 2020 foi repleto de lives e o Twitch, plataforma de streaming de games, também sentiu os efeitos. Lançada em 2011, a plataforma ganhou popularidade com serviço focado na transmissão de partidas e campeonatos virtuais, principalmente de jogos como League of Legends e Counter-Strike. O que resultou em sua compra pela Amazon, em 2013.

O fato rendeu ainda mais visibilidade para o Twitch, mas nada comparado ao seu crescimento durante a pandemia. Com a maioria da população mundial vivendo em isolamento social, dentro de suas casas, a plataforma de streaming cresceu no quesito audiência.

De acordo com o site TwitchTracker, em março de 2020, a plataforma contava com pouco mais de 1,6 milhão de viewers, no mês seguinte esse número saltou para 2,4 milhões aproximadamente. O novo pico já foi atingido em janeiro de 2021: cerca de 2,8 milhões de viewers.

Promessas para 2021

Tudo indica que o mercado de games continuará a crescer e se depender de gigantes como Microsoft e Sony irá mesmo. Ambas as empresas permanecem em sua posição de destaque no setor com um aumento nas vendas de 11,6% em 2021.

O que pode influenciar essa diferença em relação ao ano anterior são os mercados emergentes, uma vez que Oriente Médio, o Sudeste Asiático e o Norte da África impulsionaram os lucros. Isso ocorreu pelo lançamento de novos consoles, dando abertura para mercados menores.

A África, por exemplo, teve o segundo maior crescimento relativo, faturando US$ 5,5 bilhões, atrás apenas da América Latina, com US$ 6 bilhões, de acordo com uma pesquisa Newzoo.

Até o momento os grandes eventos físicos ainda estão suspensos. A expectativa é que novos players desse mercado ganhem mais espaço e visibilidade

Uma coisa é certa: ainda jogaremos muito em 2021!


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo