Como as APIs reutilizáveis ajudam na luta pelo direito à higiene

Como as APIs reutilizáveis ajudam na luta pelo direito à higiene
*Texto traduzido e adaptado de "How reusable APIs are helping one company fight to make hygiene a right for all". Para acessar ao conteúdo original, clique aqui.

 

A Reckitt Benckiser (RB) é uma fabricante internacional de marcas líderes no setor. Suas marcas se enquadram em três categorias: higiene, saúde e nutrição - e incluem nomes famosos como Calgon, Dettol, Nurofen e Strepsils. 

O intuito da RB é garantir que todos tenham acesso à higiene, bem-estar e alimentação de alta qualidade. Essa busca também inclui a construção de uma estratégia de integração.  

Para garantir que todos no mundo acessem gratuitamente as marcas da RB, a empresa decidiu por atualizar seu QI digital, ou seja, digitalizar suas operações principais, construindo bases de TI fortes e eficientes, desenvolvendo uma estratégia de integração forte e investindo em tecnologia de ponta. 

Sua estratégia de integração incorpora quatro elementos principais - colaboração, padronização e autocertificação - o que leva ao elemento final, aceleração para implantar soluções mais rápido que os concorrentes. 

A colaboração ocorre através de conselhos de integração corporativa que reúnem pessoas-chave de TI e a liderança de negócios mais ampla por um arquiteto corporativo para fornecer o foco nas propostas de valor. 

A RB implementou a padronização por meio de padrões de integração de alta qualidade. Já a autocertificação garante que os padrões corretos estejam em vigor, para evitar que a tecnologia se torne um fardo. Trata-se de federar integrações em um ambiente que muda rapidamente. 

Ao avaliar o lado da tecnologia para um melhor QI digital, a RB formou uma nova equipe que precisou alinhar os KPIs de integração com os de negócios. Tal equipe tinha como missão entender as demandas de integração em todo o negócio. Para isso, ela teve que desenvolver um programa garantindo que a TI pudesse fornecer os elementos essenciais e reutilizáveis de que a empresa precisa hoje, amanhã e daqui a três anos. 

O resultado foi uma estratégia de integração não disruptiva com foco em um ponto de vista fundamental: reutilização. Uma abordagem baseada em API com MuleSoft em seu núcleo. 

Essa visão forneceu integrações seguras e suaves com APIs, reduzindo significativamente o tempo de lançamento no mercado e tornou a RB mais adaptável em um mundo em mudança. Durante a pandemia de COVID-19, por exemplo, a empresa implementou com sucesso integrações business-to-consumer, com Salesforce e MuleSoft como um ecossistema para comércio eletrônico.

 

Saiba mais sobre a estratégia de integração da RB e seu 'People API Project' em recursos humanos assistindo a este Webinar Customer Spotlight

Topo