Os melhores smartphones da Motorola de 2022

Os melhores smartphones da Motorola de 2022

Imagem: Jonas Leupe/Unsplash

Para fugir da mesmice da eterna batalha entre Samsung e Apple, a outrora gigante da tecnologia Motorola, oferece uma boa gama de smartphones para o mercado brasileiro, com modelos desde os mais simples aos mais completos e poderosos. E vamos analisar as melhores opções lançadas este ano.

O mais barato

O Moto E6i, é o aparelho de entrada, ele possui câmeras de 13+2MP traseiras e 5MP frontal, o que está de bom tamanho pelo valor do investimento. O aparelho é uma opção barata, com valores abaixo dos 700 reais. Sua bateria é básica de 3000mAh, que deve durar o dia todo se o uso for moderado e demora cerca de 3h para carregamento total. O processador é o Unisoc SC9863A, um Octa-core de 1.6GHz de velocidade. Possui 2GB de memória RAM e 32GB de armazenamento interno. A tela é de LCD de 6.1”. Vem de fábrica com o Sistema Operacional Android 10 Go.

A realidade: aparelho compacto para uso diário, como troca de mensagens, jogos simples, assistir vídeos e navegar nas redes sociais, mas sem abusar.

O próximo da lista é o Moto E20, com preço apenas 10% maior que o E6i, oferecendo algumas vantagens que compensam. A principal delas é a bateria de 4000mAh e o Android 11 Go. O processador também é da UNISOC, que apesar de ser um modelo diferente, tem a mesma velocidade de 1,6 GHz e mesma arquitetura Octa-Core, porém é mais atual. Outra vantagem é o tamanho da tela que é um pouco maior, com 6,5”, o que faz dele uma opção melhor que o primeiro da lista.

 A famosa linha “G”

O Moto G20 é o mais básico de sua linha, mas o fato de trocar de categoria traz muitos upgrades que faz com que os modelos anteriores sejam totalmente desprezados. Porém, o valor agora não é apenas 10% maior, e sim cerca de 50%, sendo encontrado por cerca de R$1.200. Ele conta com processador UNISOC T700 de 1.8GHz, memória RAM de 4GB e opções de armazenamento interno de 64 ou 128GB. As câmeras também são de outro nível, com 48+8+2+2MP traseiras e 13MP na frontal. Já a bateria conta com 5000mAh! O suficiente para usar o dia todo, de forma variada. O ponto forte fica por conta da tecnologia 5G, que não é comum em aparelhos básicos.

Mudando de categoria

Para quem tem bala na agulha, o Moto G31 já é o primeiro da linha intermediária da Motorola que custa em média 25% a mais que o G20, considerado de entrada. De imediato, vemos grandes upgrades em itens importantes, como a tela que agora é AMOLED 6.4”, e processador, que é o queridinho do momento, o Helio G85 de 2.0GHz! Além de manter os upgrades vistos no G20, as câmeras também são um pouco melhores, com 50+8+2MP traseiras e 13MP frontal, que é considerada o ponto fraco deste aparelho, que por este valor poderia ter uma câmera frontal melhor de melhor qualidade.

Coisas que não entendemos

O próximo da lista é o Moto G50 5G, que apesar de ser um aparelho naturalmente acima do G31, veio com uma tela inferior, de LCD! Coisas que só na cabeça do diretor de projetos para entender algo assim. Outra escolha difícil de compreender são as câmeras, que são idênticas ao do modelo G20, ou seja, inferiores às do G31!

Os valores praticados são muito similares, sendo assim, será preciso comparar os benefícios entre os dois, a fim de descobrir o que para você, é mais importante.  Ele conta com a tecnologia 5G como o nome já diz, o seu processador é um pouco mais potente: Dimensity 700 de 2,2 GHz. Diferente do G31, o G50 5G vem carregador turbo Power, que carrega o aparelho na metade do tempo. E aí, o que é mais importante para você nessa comparação?

O melhor custo benefício

Se a tecnologia 5G não é tão importante, o melhor custo benefício apontado pela própria Motorola, é o seu modelo intermediário Moto G60, que se destaca pela super bateria de 6.000 mAh e seu conjunto de câmeras de 108+8+2MP traseiras e 32MP frontal! Também oferece opção de 4 ou 6GB de memória RAM.

Com preços praticados entre R$1.500 e R$1.700, é realmente o melhor custo benefício da marca. Seu processador é o Snapdragon Adeno 618 de 2,3GHz. O ponto fraco é a tela de LCD e não ser AMOLED, mas é compensado pela taxa de atualização de 120Hz e pelo tamanho que é de 6.8”. Outro destaque é para o flash frontal, que faz par perfeito com a câmera de 32MP.

Um alerta: cuidado para o nome do modelo pois existe um aparelho com nome muito semelhante que é o Moto G60S, mas ele é bem inferior, mais antigo e também mais barato.

Já o Moto G71 é um intermediário avançado, mas de avançado mesmo apenas o preço. Seus componentes têm aparência de serem melhores, mas a realidade está bem longe disso, se comparado ao G60! Sua bateria tem apenas 5.000 mAh, sua tela apesar de ser AMOLED 6,4”, tem uma taxa de atualização de apenas 60Hz, inferior à do G20, que é o mais básico da linha G, que é de 90Hz! Em desempenho ele também é inferior ao G60. De todas as opções até o momento esta, com certeza é a pior, pois o preço desse modelo ultrapassa hoje, os R$2.200! Não é de modo algum recomendável.

Linha Premium

Quando se fala em Premium, espera-se que tudo no produto seja o melhor que pode ser oferecido, mas não para a Motorola. O Edge 20 chega com a fama, mas nem tudo é o que parece. A decepção fica por conta de uma bateria de apenas 4.000 mAh. A alegação é de que o modelo é mais fino e por esse design slim, não foi possível implantar uma bateria com maior capacidade.

A tela é melhor entre os modelos vistos até agora, uma AMOLED com taxa de atualização de 140Hz, e com o potente processador Snapgradon Adreno 642L de 2,4Ghz, que combinados com os 8GB de memória RAM, torna-se perfeito para a maioria dos jogos. Está saindo ao mesmo preço do G71. Apesar de possuir um jogo de câmeras pouco melhor que o G60, não traz o flash frontal, que fica a desejar.

O Edge 20 Pro entretanto, é bem melhor equipado, e será preciso comparar para saber qual é a melhor opção para você, já que o PRO no nome do modelo traz consigo upgrades de peso a partir do processador que é o poderoso Snapdragon 870 Adreno 650 com incríveis 3,2 GHz, que com o aporte de 12GB de RAM, está entre o mais eficazes em desempenho desta lista!

Oferece opção de armazenamento interno de 128 ou 256GB e tela OLED de 6,7” com taxa de transmissão de 144Hz. Não é um top de linha, mas está bem próximo disso, com acabamento em metal e design ultrafino com bateria de 4.500 mAh, porém o preço é sim de top de linha, custando pouco menos de R$3.200.

O Edge 30 Pro traz como principais upgrades o processador de ponta da Qualcomm, o Snapdragon 8 Gen 1 de 3,0 GHz, opção para 512GB de armazenamento interno e é o único dessa lista com Android 12. A bateria é de 4.800mAh e carrega em menos de 1 hora. O conjunto de câmeras é diferente, mas conseguem um resultado melhor que o Edge 20 PRO.

O destaque fica para a frontal, que não possui flash, mas que tem uma resolução de 60MP! Esse também é o único aparelho da marca a contar com 2 anos de garantia de fábrica. Mas tudo isso não ficou barato, o modelo custa R$5.849,10 na versão com 256GB de armazenamento interno!

Considerações finais

O portfólio da Motorola no Brasil está bem diversificado, mas ela ainda não disputa com Apple e Samsung na linha de aparelhos considerados topo de linha, mas seus aparelhos são duráveis e de boa qualidade. Agora é só verificar qual é a melhor opção para a sua proposta e orçamento e qualquer dúvida é só consultar este artigo novamente! Todos valores citados são do site oficial da empresa, mas é possível encontrar algumas promoções em outras lojas, por isso é bom pesquisar. Boas compras!


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo