Max na 4º temporada de Stranger Things nos ensina a importância dos amigos como rede de apoio

Max na 4º temporada de Stranger Things nos ensina a importância dos amigos como rede de apoio
https://twitter.com/robinshawkins/status/1530283102311895040?s=20&t=5mD8xUavwZTtLG1_NEPUYg

Max é a personagem que aparece e todos amam na 2a temporada da série Stranger Things. E a 4ª temporada da série deu o que falar nas redes sociais pelos aspectos da saúde mental que são desenvolvidas ao longo da trama. Mas, você percebeu a importância na vida de Max que a rede de apoio teve?  

X Contém spoilers X

A rede de apoio nada mais é que o conjunto de relações que formamos ao longo de nossas vidas, seja ela nossos amigos, familiares, professores, psicólogos. O que importa é ter alguém em nossas vidas que podemos contar e confiar em momentos difíceis, mesmo que seja mais complicado para alguns adquirir essa rede de apoio.

Muitas vezes nos decepcionamos pensando que podemos confiar em certas pessoas, apesar disso, todo mundo merece ter alguém e pode conseguir ter ao longo da vida. Muitas amizades verdadeiras que se tornam ‘rede de apoio’ vêm da época da escola, como acontece com Max ao se mudar para uma nova escola e aos poucos vai pertencendo ao grupo de amigos Mike, Dustin, Will, Lucas e Eleven.

Desde que a personagem entrou para a história de Stranger Things, mostra que ela vive em um ambiente tóxico dentro de casa com sua família, principalmente com seu irmão descontando tudo nela. Mas, apesar disso, ela se sente acolhida e pertencente a algo com os amigos que fez.

Na 4ª temporada vemos Max enfrentando o luto da morte de Billy, e sofrendo com a nova dinâmica familiar que continua ainda mais conflituosa. O trauma que se projeta em sua vida tem repercussões drásticas no enredo da série, ao se isolar dos amigos completamente, sofrendo sozinha por tudo que está acontecendo e aconteceu em sua vida ela acaba se tornando mais fragilizada e um alvo fácil para Vecna, a criatura-monstro da temporada. Sendo assim, se tornou uma de suas próximas vítimas. 

Assim como a Max, podemos experienciar traumas em nossas vidas com acontecimentos que muitas vezes não deveriam acontecer e estão fora de nosso controle, o que abala diretamente a nossa autoconfiança, além é claro que quando não tratados adequadamente esse trauma pode crescer e se tornar uma ferida aberta, afetando nossa saúde mental e física, podendo acontecer de desenvolvermos até mesmo depressão e outros transtornos.

Em um momento muito delicado onde vários acontecimentos na série indicam dificuldades e risco de morte, Max se vê rodeada de pessoas que se preocupam com ela, com seu bem-estar, demonstrando que se importam com ela e que estão abertos para ouvi-la apesar desse tempo todo que ela passou afastando-os.

Um dos momentos mais cruciais da série que sua vida realmente corria risco, são as lembranças com seus amigos que a salva e a importância que eles exercem em sua vida que fazem ela querer lutar pela vida, lutar contra o Vecna. No volume 2 que saiu recentemente, as memórias também têm forte impacto em como as coisas acontecem.  

Dessa forma, assim como Max, podemos também encontrar força e resiliência em nossa rede de apoio. Momentos de crise no decorrer da vida são inevitáveis, mas eles podem ser mais leves quando compartilhamos o peso com quem nos ama e quer nos cuidar. Há um ditado popular de que ‘podemos escolher a nossa família', e isso se aplica a todo esse contexto de se apoiar na rede de apoio que escolhemos ou adquirimos na nossa trajetória de vida. São eles que nos tornam mais fortes.


Quer escrever na Prensa?

Seja parte da nossa comunidade de Creators e contribua para uma internet melhor com artigos inteligentes, relevantes e humanos - que só você pode escrever.

Clique aqui para começar!


Topo