Marvel What If? - Um Multiverso de Possibilidades

Marvel What If? - Um Multiverso de Possibilidades

Já estamos quase na metade da temporada de What If. Hoje vou analisar os 4 primeiros episódios da animação e teorizar sobre o futuro do Multiverso Marvel.


 

Conhecida aqui como “O que Aconteceria Se...”, What If foi uma famosa série de HQ da Marvel lançada em fevereiro de 1977 e que já teve treze volumes, o último lançado em 2018. E, assim como a sua adaptação, as histórias eram narradas por Uatu, O Vigia, pertencente a uma das espécies mais antigas do Multiverso, que fizeram um voto de nunca interferir e apenas observar as realidades alternativas.

Lançada após duas séries live action cujos episódios finais indicavam ligações com o segundo filme do Doutor Estranho, descobrimos que ela se encontra logo no meio do caminho com a  confirmação da showrunner e roteirista  Ashley C. Bradley.



Imagem: Marvel/Divulgação - Capitã Carter

O primeiro episódio nos mostrou o que teria acontecido se Peggy Carter tivesse tomado o soro do supersoldado no lugar de Steve Rogers.  Eu achei um bom episódio, gostei do fato deles não terem ignorado que ela teria que enfrentar, além dos nazistas e da Hydra, o machismo.


Imagem: Marvel/Divulgação - StarLord T'Challa

No segundo, já nos deparamos com uma grande mudança: E se T’Challa tivesse ido ao espaço no lugar de Peter Quill. Imagino que Chadwick, o ator que interpretou Pantera Negra, teria ficado orgulhoso de que seu último trabalho ter sido tão inspirador.  O novo Senhor das Estrelas foi capaz apenas na conversa o que todos os heróis restantes levaram dois filmes para conseguir: Convencer Thanos de que matar metade da população do universo era uma má ideia.

Imagem: Marvel/Divulgação - Nick Fury

No episódio seguinte, uma boa história de mistério: O que aconteceria se boa parte dos Vingadores originais fossem mortos antes da formação do grupo? Não quero dar spoilers, caso não tenham assistido, mas a temática aqui é basicamente até onde uma pessoa pode ir por vingança.  Aliás, uma bela ironia, não?

 Imagem: Marvel/Divulgação - Doutor Estranho.

E chegamos ao mais recente: E se a origem do Doutor Estranho fosse um pouco diferente? Aqui temos uma história que, apesar da sua motivação ser pessoal, as consequências disto podem colocar todo o universo em risco. E por ser um episódio do Strange, uma parede será quebrada. Não é quarta, mas, para não dar mais spoilers, não irei avançar mais nessa dica.

Mas o que vem em seguida? Faltam mais seis episódios para o fim dessa temporada. Brad Winderbaum, um dos produtores da série, confirmou em uma entrevista que haverá outra. Há um teaser do quinto episódio rolando no Youtube, mas como não tenho certeza se é real, não levarei em consideração.

Só que há uma rápida cena lá que também está no trailer oficial. Ela mostra os personagens dos episódios anteriores reunidos contra um inimigo em comum. Ou seja, haverá uma provável interferência do Vigia em algum momento.

Após ver o último episódio de What If e o recente trailer de Homem-Aranha – Sem Volta Para Casa, onde o Doutor Estranho estava agindo de uma forma bem esquisita, me faz pensar se o Strange do filme do Aracnídeo não seria o mesmo de What If. Já que ambos tratam de Multiverso.  

Estou muito animado com essa série. Acho que é um ótimo exercício de imaginação, tanto a HQ quanto a animação, principalmente para quem escreve. Na expectativa pelas próximas histórias e pelas possíveis ramificações nos futuros filmes.

Imagem de capa: Divulgação/Marvel

 

 


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo