Verdades indiscretas - a demissão de Camila Queiroz

Verdades indiscretas - a demissão de Camila Queiroz

Camila Queiroz: verdades ou segredos? - Foto: Divulgação TV Globo

No início de junho de 2015, a TV Globo lançou uma produção com um padrão estético e estrutural um pouquinho diferente. Não era bem uma novela, nem uma minissérie. Usou-se o termo macrossérie.

O fato é que Verdades Secretas fez sucesso rapidamente. Parte por mostrar um universo incomum para a televisão, o mundo da prostituição de luxo, e em parte por se apoiar em cenas apimentadas. Sobretudo com as atrizes Agatha Moreira e Camila Queiroz, que deram vida a Giovanna e Angel, respectivamente.

A exibição terminou em alta, no mês de setembro daquele ano, após 64 episódios. Em 2018, o autor Walcyr Carrasco proferiu numa entrevista que gostaria de escrever uma sequência, ou como se diz hoje em dia, uma segunda temporada.

Uma verdade inconveniente 

Como não se dá ponto sem nó, era claro que a TV Globo já pensava seriamente no assunto e a produção avançava. Só não se contava com a entrada de um personagem avassalador, virando o mundo de cabeça para baixo: o SARS-Cov 2, ou Coronavírus Disease-19. Sim, ele mesmo, o famoso Covid-19.

Verdades Secretas 2 teve sua produção adiada, como a maioria das produções de entretenimento, até que a poeira baixasse ou que a vacina chegasse. Enfim, dois anos depois, a nova temporada, planejada para 50 episódios, entrou firme no processo de gravação e edição. Com todos os cuidados de saúde necessários, porque com saúde não se brinca, e se tem uma coisa que a TV Globo leva a sério, é isso.

Segredo explosivo 

Diferente da primeira temporada, Verdades Secretas 2 foi pensada dentro de uma estratégia para alavancar os acessos da Globoplay, plataforma de streaming do Grupo Globo. Foi oferecido um docinho para o público… os capítulos iniciais foram exibidos na TV aberta (a exemplo do que foi feito com a minissérie Hebe) e os demais seriam exclusivos da plataforma: quem quiser, precisa pagar pra ver. Literalmente.

E então, com a exibição já bastante avançada e fazendo um sucesso que deixa bem feliz os executivos globais, surge uma bomba: Camila Queiroz, protagonista da macrossérie, foi demitida, sem aviso prévio nem nada.

A demissão da atriz, uma das queridinhas da atual geração da emissora, causou uma certa comoção no público, refletindo-se rapidamente nas redes sociais.

Segredos de verdade 

Mal começou o burburinho, a TV Globo usou seu principal veículo de Internet, o portal de jornalismo G1, para informar que o contrato de Camila fôra rescindido sem acordo. A justificativa? Devido aos atrasos da produção, causados em parte pelos procedimentos de segurança para a prevenção do Covid-19, as gravações seguiriam por mais sete dias além do previsto.

Para assinar o adendo contratual, Camila teria exigido decidir sobre o desfecho de sua personagem, além de formalizar sua participação em uma eventual terceira temporada, além de como grafou o portal, exigências inaceitáveis.

Bem, creio que assim como eu, você também deve ter achado essa historinha meio mal contada. Até porque Camila Queiroz não começou ontem e deve saber: não é seguro cutucar uma empresa com tradição, poder e influência como a TV Globo.


Divulgação/Globo

Mas também é muito estranho atribuir esse bololô todo a um ataque de estrelismo da atriz. Mas, agora que Inês é morta (e creio que o personagem de Camila na trama também o será), a TV Globo já anunciou aos quatro ventos que haverá a adaptação do roteiro e a consequente finalização sem a moça. Expediente bastante tradicional quando novelas entram numa sinuca de bico.

Verdade ou mentira?

Camila Queiroz jura inocência. Enfim, temos algumas linhas de investigação pra tentar entender que raios aconteceu, separar o que é boato do que é verdade (secreta):

Uma das apostas de parte do público seria um desentendimento entre a atriz e o autor da novela, Walcyr Carrasco. Aqui seria uma clara inobservância a outra regrinha de ouro para sobrevivência na TV: não discutirás com quem tem controle sobre seu papel (válido para autores e diretores).

Mais uma hipótese acentuada diz respeito a um vídeo publicado no Tik Tok por Camila (não, não era uma dancinha) ao lado de sua irmã, a também atriz Carol Moreira, dizendo saber de algumas fofocas sérias de bastidores (seriam essas as tais verdades secretas?). 

A assessoria da atriz negou com veemência a versão da Globo, acrescentando que o roteiro que a fizeram gravar divergia da sinopse. Partiram para o bate-boca jurídico. 

Entretanto, há mais uma suspeita pairando sobre o caso: além de contratada do Grupo Globo (plim-plim), Camila Queiroz assinou com a também poderosa Netflix (tu-duuum), onde já apresenta o reality nacional Casamento às Cegas e protagoniza o longa De Volta aos 15

Vai daí que ver uma das protagonistas de Verdades Secretas, alçando voos dentro de sua principal concorrente no mundo do VOD possa ter desagradado alguns executivos da Globoplay. 

Polêmica de verdade 

Fato é que a história tomou proporções enormes. Desafetos de Walcyr Carrasco aproveitaram para pôr lenha na fogueira, como Taís Araújo, pivô de uma polêmica há 25 anos, quando protagonizou Xica da Silva, novela de autoria de Walcyr (sob o pseudônimo Ádamo Angel) na TV Manchete. 

Taís já havia dado uma cutucada no autor dias antes, enquanto participante do Roda Viva na TV Cultura, e aproveitou a ocasião para uma segunda alfinetada. Em pauta, desdobramentos de uma cena envolvendo sexo anal. Curioso. 

A maioria da classe artística, seguindo aquelas regrinhas básicas de sobrevivência em suas fontes pagadoras, achou melhor silenciar sobre a questão ou não tomar parte de um lado nem outro. Já na internet…

Internet não tem limites 

Ah, as redes sociais… a torcida (tanto pela atriz quanto pelo lado oposto) foi ao delírio. Muita gente condenando a moça por estrelismo, outros condenando o autor por postura ditatorial, e por aí foi. 

Houve também teorias da conspiração envolvendo planos maléficos do Grupo Globo para a conquista mundial, depois de comprar a Netflix, o SBT e o Mickey Mouse. Como sempre. 

Secretas verdades

Mas há uma verdade secreta nesse quiproquó, algo que nenhuma das partes pode reclamar: Camila Queiroz, TV Globo, Walcyr Carrasco e Netflix, ganharam uma descomunal promoção gratuita. 

De um jeito ou outro, o assunto e os nomes envolvidos estão na boca do povo, bem mais do que se imaginava. 

Nessa brincadeira, até mesmo a Globoplay saiu lucrando: muita gente que não assinava o serviço de streaming já andou pesquisando valores. 

Afinal, quem não quer saber como o destino de Camila, ou melhor, Angel, será selado?


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo