Stalkerware: amor demais não é amor

Stalkerware: amor demais não é amor

Era uma vez um casal. Vamos chamá-los de Marina e Rui, para preservar suas identidades. Ela, 26 anos, arquiteta. Ele, 28 anos, microempresário. Habitantes de uma cidade de porte médio no interior paulista.

Juntos desde 2019. Conheceram-se através de amigos comuns. Ainda no começo do namoro, Marina percebeu que Rui era um tanto inseguro, segundo ele devido a decepções num relacionamento anterior.

Ele se mostrava mais apaixonado a cada dia. Cada vez mais próximo. Com a evolução do romance, recuperou a confiança e passou a escolher praticamente tudo no dia-a-dia do casal.

Este conteúdo gratuito é exclusivo para usuários cadastrados.


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo