O “Cancelamento” da Cultura Russa

O “Cancelamento” da Cultura Russa

Cena da série de filmes "Libertação", que será exibida durante a Mosfilm - Reprodução

Infelizmente, nos últimos dias me deparei com uma manchete em que dizia que um grande restaurante em São Paulo estava “cancelando” de seu cardápio um prato de origem russa. 

Grandes premiações de gastronomia estão excluindo a culinária russa de suas competições. Em bares no bairro da Lapa, na cidade do Rio de Janeiro, a vodca russa está sendo “cancelada” dos drinks cariocas. Em Nova Iorque, os restaurantes de culinária russa estão vendo seu público diminuir em até 60%. 

Desgraçadamente, não para por aí. A Mostra Mosfilm de Cinema Soviético e Russo foi suspensa em São Paulo até segunda ordem. Essa mostra era em homenagem ao aniversário de 200 anos do grande escritor russo Fiódor Dostoiévski. 

A seleção russa de futebol foi eliminada pela FIFA da Copa do Mundo de 2022 no Catar. Somado a isso, também há a exclusão de outras modalidades russas de competições internacionais. 

Todas essas decisões esdrúxulas foram motivadas pela invasão russa à Ucrânia. Como se não bastasse toda a retaliação política e econômica à Rússia perpetrada pelo Ocidente - liderado pelos EUA -, ainda estamos vendo todo esse “cancelamento” cultural. 

Contribuição da Cultura Russa à Humanidade

A literatura russa talvez tenha sido a maior contribuição cultural da Rússia à civilização moderna, temos nomes da grandeza de Fiódor Dostoiévski, Liev Tolstói, Ivan Turguêniev, Nikolai Gogol, Anton Tchekhov, Alexandre Pushkin, entre outros.

No teatro russo, sem dúvida, o maior nome foi Constantin Stanislavski. Ele foi tão grandioso que criou um método de interpretação que leva o seu nome, o Sistema Stanislavski, caracterizado pela total entrega do ator e busca do realismo em cena.

Esse sistema de interpretação foi e é muito utilizado pelos melhores atores de todos os tempos em Hollywood. Dentre eles estão Marlon Brando, Robert De Niro, Al Pacino, Daniel Day-Lewis, Jack Nicholson, Dustin Hoffman, Sean Penn, entre outros.

Na música erudita, temos o legado extraordinário de Igor Stravinski, um dos maiores compositores do mundo de todos os tempos. Um dos grandes responsáveis pelo complexo método de composição conhecido como serialismo, uma revolução na música do século XX. 

Ainda na música, mas sobretudo no balé, temos o magnífico Piotr Ilitch Tchaikovski, com sua estupenda obra, O Lago dos Cisnes. Desempenhado, originalmente, pelos bailarinos da companhia do Teatro Bolshoi, uma das melhores companhias de balé do planeta. O que seria do balé sem os russos?

Nas ciências humanas, muito mais do que grandes revolucionários e figuras históricas de relevo, Vladimir Lênin e Leon Trótski, são grandes intelectuais do século XX. As suas contribuições em filosofia, história, ciência política, economia, ciência militar etc, reverberam até os nossos dias. 

Pouco conhecido mas não menos importante, Dmitri Mendeleev, químico russo, foi responsável por estudos sobre as propriedades dos elementos e suas massas atômicas. A organização dos elementos de Mendeleev deu origem à indispensável Tabela Periódica que utilizamos até hoje. 

Enfim, a contribuição dos russos para a civilização é incomensurável. Não vou me estender mais sobre proeminentes personalidades russas, como, por exemplo, as do esporte, para o texto não ficar muito extenso. 

Será possível “cancelar” toda essa riquíssima cultura em defesa de um suposto pacifismo? 

A Hipocrisia do Ocidente

Quando da invasão arbitrária dos EUA em Iraque e Afeganistão, os estadunidenses foram expulsos de alguma Copa do Mundo ou de outros eventos esportivos por conta disso?

Ou melhor, os EUA sofreram, ao menos, qualquer tipo de retaliação política e econômica aplicada pelas potências capitalistas ocidentais?

A produção cinematográfica hollywoodiana foi boicotada pelo mundo em retaliação à carnificina de inocentes iraquianos e afegãos? A indústria cultural estadunidense sofreu algum revés com esses conflitos?

Lanchonetes pelo mundo que comercializam cachorros quentes e hambúrgueres - embora muitos atribuem sua invenção à Alemanha - tiveram redução de 60% em suas vendas?

Nesse exato momento em que os americanos bombardeiam com drones armados a Somália, país que sequer está em guerra com os EUA, houve algum tipo de sanção por parte do Ocidente?

Os indivíduos que vivem no Ocidente e hoje arvoram-se pelo “cancelamento” à Rússia e arrogam-se paladinos da paz, tiveram a mesma postura mediante crimes de guerra estadunidenses muito mais devastadores do que os cometidos pelos russos?

Indubitavelmente, a resposta para todas as perguntas é “não”. Só espero que a conduta desses cidadãos seja movida pela manipulação feita pela grande mídia, e não por, conscientemente, darem menos importância à vida de povos não brancos. 

Os países ocidentais não aplicam nenhuma sanção contra os EUA porque, miseravelmente, a vida de povos não brancos tem menos valor para eles. Como ficou patente pelo racismo exposto por uma significativa parcela da cobertura jornalística ocidental da guerra na Ucrânia. 

 

Referências bibliográficas:

Mídia ocidental age como supremacista e dissemina | Internacional (brasildefato.com.br)

EUA bombardeiam a Somália com drone enquanto condenam ataque da Rússia à Ucrânia | Revista Fórum (revistaforum.com.br)

Fifa oficializa punição e seleção da Rússia está fora da Copa do Mundo | Exame

Dmitri Mendeleev. Dmitri Mendeleev: origem da Tabela Periódica (uol.com.br)

Ballet Bolshoi - InfoEscola - InfoEscola

Constantin_Stanislavski.pdf (elcv.art.br)

Petróleo bate US$ 131 em Londres diante de sanções dos EUA ao produto russo | Finanças | Valor Econômico (globo.com)

Mostra de cinema russo em São Paulo é suspensa após invasão da Ucrânia | CNN Brasil

Bar da Dona Onça tira estrogonofe do cardápio em boicote à Rússia | Exame


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo