Carnaval e a alegria do vírus

Carnaval e a alegria do vírus

Foto: Fernando Grilli | Riotur

Vamos lá, primeiramente devemos pensar no carnaval como a maior festa pública do Brasil. No exterior, um dos principais atrativos de viagens é a festividade que ocorre nas principais capitais brasileiras. 

No ano de 2020, cerca de 86 mil turistas estrangeiros foram à Bahia durante o período e representaram um recorde na movimentação turística do país. E esse foi o último carnaval comemorado antes da pandemia e as restrições que buscam conter a disseminação do vírus. 

Historicamente, a festa é como uma válvula de escape para os brasileiros. Você já deve ter ouvido a expressão “o ano só começa depois do carnaval”, não é? As festas de rua regadas a bebidas alcóolicas, desfiles de escolas de samba, fantasias e muitas cores, são esperadas ansiosamente por milhões de brasileiros durante o ano. É um planejamento e tanto.

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE), só o Estado do Rio de Janeiro deixou de arrecadar aproximadamente R$ 5,5 bilhões de reais em 2021 devido ao cancelamento de boa parte das festas carnavalescas. Enquanto em 2020, o Estado movimentou R$ 4 bilhões.

Por outro lado, é preciso entender a alta taxa de infectados que volta a crescer em diversos países. A sensação de proteção e flexibilização gerada com as campanhas de vacinação em massa, resultou em 19 mil casos em apenas 5 dias de 2022.

Independente de nossa opinião pessoal sobre a realização ou não das festas de carnaval esse ano, é preciso entender o perigo geral que a população corre com os novos vírus e a aglomeração. É tempo de confiar nos profissionais de saúde e representantes políticos, bem como pesquisar e cobrar medidas seguras para nossa vida.

Fontes

RJ perderá R$ 5,5 bilhões sem o Carnaval deste ano, aponta FGV

Carnaval brasileiro bate recorde de público em 2020 

Melhor carnaval de todos os tempos no Rio: mais de 10 milhões de foliões e alto índice de aprovação por turistas 

Brasil registra mais de 19 mil casos de Covid em 24 h 


Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo