Regras para Análise de Texto, Pontuação e Publicação

Regras para Análise de Texto, Pontuação e Publicação
Imagem: pch.vector / Freepik

Após o envio do texto, ele será analisado e receberá uma nota entre 0 e 1000 pontos. Além disso, as notas de todos os textos vão constituir a Pontuação Prensa,  e classificar o creator nos níveis 0,1,2 ou 3.

 

Requisitos mínimos para publicação

1.    Mínimo de 500 palavras;
2.    Pontuação igual ou superior a 400 pontos (veja abaixo);
3.    Cumprir com as diretrizes do Manifesto de Conteúdo e estar de acordo com os Termos de Uso da Prensa.

 

Processo de análise do texto

O texto é analisado considerando 5 critérios: gramática, coesão e coerência, escaneabilidade, relevância e criatividade.

Gramática - Será avaliado se o texto respeita as regras básicas de escrita como ortografia, sintaxe, concordância, regência e colocação pronominal.

Coesão e Coerência - Serão avaliadas as ligações entre palavras e frases, pensamento lógico, ambiguidade e elementos coesivos. Analisaremos a objetividade e a clareza, isto é, se é possível entender claramente o posicionamento de quem escreve sem necessidade de releitura.

Escaneabilidade - Serão avaliados todos os pontos necessários para a fluidez de leitura em um conteúdo para web como o uso de intertítulos, palavras-chaves, imagens ilustrativas, bem como o tamanho ideal de frases e parágrafos.

Relevância - Vamos avaliar se o texto fala sobre assuntos em tendência, ou se o ponto de vista do artigo é inovador, impactante e transformador. 

Criatividade - Será avaliada a originalidade do conteúdo, profundidade, o tema e as informações usadas no texto. 

 

Atribuição de pontos por categoria

Gramática:

40 - Estrutura sintática deficitária com muitos desvios;

80 - Estrutura deficitária OU muitos desvios;

120 - Estrutura sintática regular E muitos desvios;

160 - Estrutura sintática boa E poucos desvios;

200 - Estrutura sintática excelente (no máximo, uma falha) E, no máximo, dois desvios.

 

Coesão e Coerência

40 - Presença rara de elementos coesivos inter e/ou intraparágrafos E/OU excessivas repetições E/OU excessivas inadequações;

80 - Presença pontual de elementos coesivos inter e/ ou intraparágrafos E/OU muitas repetições E/OU muitas inadequações. (Textos em monobloco não devem ultrapassar este nível);

120 - Presença regular de elementos coesivos inter E/OU intraparágrafos E/OU algumas repetições E/OU algumas inadequações;

160 - Presença constante de elementos coesivos inter* e intraparágrafos E/OU poucas repetições E/OU poucas inadequações;

*havendo elemento coesivo de tipo “operador argumentativo” entre parágrafos em, pelo menos, 01 momento do texto

200 - Presença expressiva de elementos coesivos inter** e intraparágrafos** E raras ou ausentes repetições E sem inadequação;

**Havendo elemento coesivo de tipo “operador argumentativo” entre parágrafos em, pelo menos, 02 momentos do texto e, pelo menos, 01 elemento coesivo de qualquer tipo dentro de todos os parágrafos.

 

Escaneabilidade

40 - Apresenta parágrafos muito extensos, mas possui algumas quebras entre eles;

80 - Apresenta quebra de parágrafos ideal (4 a 6 linhas), mas não possui nenhum intertítulo, imagem ou backlinks;

120 - Apresenta quebra de parágrafos ideal e intertítulos;

160 - Apresenta quebra de parágrafos ideal, intertítulo e pelo menos uma imagem no corpo do story;

200 - Apresenta quebra de parágrafos ideal, intertítulos, imagens no corpo do artigo, palavras destacadas em negrito, palavras-chaves, backlinks interno e externo.

 

Relevância

40 - Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista;

80  - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos de outros textos disponíveis na internet;

120 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos já disponíveis na internet e pouco organizados em defesa de um ponto de vista;

160 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista;

200 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista E/OU Escrever sobre assuntos que estão em destaque no momento.

 

Criatividade

40 - Apresenta pesquisas e/ou citações com reflexões rasas sobre o tema / apresenta o tema com base na opinião própria e cita alguns exemplos sem comprovação ou sem aprofundamento;

80 - Apresenta pesquisas, dados, citações com reflexões e comparações simples ou baseadas em outros textos da internet e fundamentando o ponto de vista de forma superficial;

120 - Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível, porém articula as fontes de pesquisa, dados ou a opinião de outras pessoas com o seu ponto de vista;

160 - Desenvolve o tema de forma consistente, articulando alguns insights e aprendizados que podem ser úteis para os leitores;

200 - Desenvolve o tema de forma consistente, trazendo uma abordagem original, fazendo comparações e análises aprofundadas e entregando um conteúdo completo e relevante para os leitores.

 

Pontuação Prensa

A média de todos os textos constitui a pontuação geral e determinará se o texto será monetizado ou não.

Confira os detalhes e regras de nossa monetização.

 

Dicas de Publicação

Agora que você já entendeu como é feito o processo de avaliação de artigos na Prensa, é preciso que você também faça a auto-análise do seu texto antes de enviar.

Seu texto é bom?

Considere os aspectos objetivos e não subjetivos do seu texto. Se coloque no lugar do leitor e confira se a linguagem está adequada e inteligível, se apresenta erros ortográficos ou de digitação, se a abordagem está clara e se a argumentação é consistente.

Seu texto é relevante?

Seu texto pode ter diversos objetivos, dentre eles entreter, ensinar, informar e muitos outros. Por isso que quanto mais exclusivo e único for o seu conteúdo mais relevante será. Geralmente, o público já tem uma certa bagagem de conhecimento e está buscando entender melhor sobre o assunto o qual você escreve.

Escrever sobre temas em alta também é uma boa estratégia, devido à quantidade de pessoas interessadas em saber mais sobre o assunto.

Você escreve de acordo com a sua audiência?

Quem se interessa pelo tipo de conteúdo que você escreve? Procure entender minimamente as dúvidas e os interesses de determinado público e produza seus textos solucionando essas questões. Isso fará com que seus textos sejam mais acessados e ainda mais valorizados na Prensa.

Seu artigo engaja? 

A internet tem inúmeras formas de criar engajamento diretamente como publicações e compartilhamento via redes sociais, comentários e citações. Pense que o engajamento é uma forma prática de medir a relevância do seu conteúdo.

Seu texto se aprofundou no assunto o suficiente?

Se o objetivo for um texto técnico, uma peça de aprendizado, é bom que ninguém tenha dúvidas ao final da leitura. Por isso, assegure-se de que os assuntos abordados estão descritos da melhor forma possível, sem que seja algo cansativo ou redundante. 

Você trouxe referências?

Se você está citando dados, é importante usar links com a procedência. Isso demonstra responsabilidade e cuidado com a informação apresentada. 

Você também pode convidar algum especialista das áreas que está abordando para contribuir com seu conteúdo, dando mais fundamento.

Logo, vamos observar qual a qualidade de suas citações, se são claras em indicar a procedência dos dados e se você apresenta ética na hora de citar alguém.

O texto é autoral?

Mesmo com citações, entrevistas e outras formas de legitimar seu conteúdo, é importante que o texto seja autoral. Você não pode plagiar o texto de outras pessoas ou usar partes inteiras de outras criações sem pedir a permissão do autor. 

Seu conteúdo visa à experiência do usuário?

Não basta produzir um conteúdo excelente se ele não apresenta uma formatação agradável e atraente para a leitura na WEB.

Além disso, quando um usuário faz uma busca, o Google decide qual é a melhor solução para aquela palavra-chave. Por isso é importante otimizar o seu conteúdo tanto para o usuário quanto para os algoritmos do Google.

Dessa forma, seu conteúdo aparecerá nas primeiras páginas de resultados, tendo mais chances de ser acessado e se o texto for bom o suficiente para o usuário, provavelmente ele vai continuar consumindo o seu conteúdo.

Por conta disso, há certas práticas do que chamamos de SEO que podem ajudar seu texto a ser mais lido. São cuidados acerca de tamanho e composição de título, escolha de palavras-chave, uso de intertítulo e frases e parágrafos curtos. Para saber mais, confira nossas dicas de escrita e melhore cada vez mais a qualidade do seu texto.

 


Referências: Sistema de avaliação elaborado de acordo com as competências do Ministério da Educação.




Quer escrever na Prensa?

Junte-se a uma comunidade de Creators que estão melhorando a internet com artigos inteligentes, relevantes e humanos. Além disso, seu artigo pode fazer parte do Projeto de Monetização, e você pode ganhar dinheiro com ele!

Clique aqui para se cadastrar e venha com a gente!


Topo