Seu guia completo para construir APIs de sucesso e acelerar sua Transformação Digital

Plataforma de APIs Postman tem valorização de US$ 2 bilhões

Plataforma de APIs Postman tem valorização de US$ 2 bilhões

APIs são uma parte importante de qualquer projeto de desenvolvimento. Elas possibilitam a conexão entre um conjunto de aplicativos e softwares, ajudando na simplificação de muitos problemas complexos de integração. Esse é um dos motivos pelos quais as APIs se tornam um produto cada vez mais valioso no mercado.

O Postman, plataforma de desenvolvimento de APIs, recebeu ontem (11/06) um aporte de US$ 150 milhões na Série C, resultando em uma valorização de US$ 2 bilhões. Um ganho significativo durante a pandemia. A plataforma oferece um ambiente no qual desenvolvedores e empresas podem criar, publicar, documentar, projetar, monitorar, testar e depurar suas APIs.

O foco da startup é baseado em uma abordagem API-first, o que significa criar APIs no início do ciclo de desenvolvimento e colaborar estreitamente com todos os interessados, como gerenciamento de produtos, desenvolvedores e engenharia de qualidade. Além de maior colaboração, isso representa uma vantagem competitiva em certos mercados de evolução rápida e traz oportunidades de inovação.

A rodada de investimentos foi liderada pelo Insight Partners com a ajuda de outros investidores como CRV e Nexus Venture Partners. Tal investimento eleva o total arrecadado para US$ 207 milhões, segundo o Postman. Isso inclui os US$ 50 milhões que a startup levantou em sua rodada de financiamento da Série B, fechada em junho do ano passado. O novo financiamento será usado para acelerar ainda mais o crescimento e a liderança de Postman no mercado de APIs.

O Postman é a quarta startup indiana de SaaS (Software-as-a-Service) a alcançar o status de unicórnio, depois do Freshworks, Druva e Icertis. O setor de SaaS da Índia gerou uma receita de mais de US$ 1,5 bilhão em 2019, de acordo com dados do SaaSBooMi. A receita da indústria de SaaS no país deve subir para US$ 10 bilhões até 2025.

A startup, agora sediada em San Francisco, conta no momento com uma base de 10 milhões de desenvolvedores registrados e sua plataforma de APIs é utilizada por mais de 500.000 empresas incluindo Microsoft, Twitter, AMC Theatres, PayPal, Shopify, BigCommerce e DocuSign.

Hoje o desenvolvimento de softwares depende fortemente das APIs, à medida que mais empresas começam a conversar umas com as outras e a integrar serviços. De acordo com a Gartner, empresa de pesquisa, mais de 65% da receita dos provedores de serviços de infraestrutura global serão gerados por meio de serviços ativados pelas APIs até 2023.

 

Topo